Um próximo Passo

A influência que o calçado tem efectivamente na manutenção de uma postura correcta é inegável. Para além disso, a base que usamos na estrutura basilar do nosso corpo influencia ainda a forma como activamos grupos musculares  como aplicamos força no chão e contrariamos a gravidade a acima de tudo como mantemos a saúde da nossa cadei posterior lombar.

Não só para o exercício, mas também para o quotidiano tenho vindo a dissecar a ideia de calcado minimalista, que reduza ao mínimo a barreira entre o solo e o nosso corpo. A melhor forma e mais barata foi deixar de parte todos os sapatos que tivessem qualquer tipo de suporte no calcanhar, elevando-o a posições para o qual anatomicamente não está bem adaptado.  Seria preciso uns bons pares de milénios a usar sempre o mesmo tipo de elevação para que nos adaptássemos a este formato. Não é o caso.

 

No Verão, esta tarefe é facílima: basta adoptar os chinelos em todas aquelas ocasiões que saiam do meio profissional(ou de um jantar romântico num Hotel). Foi o que fiz. Segundo, andar sempre descalço em casa. Sempre. Verão ou Inverno. Constipações? Nenhuma.  A consitpação tem por base a exposição a uma fonte patogénica viral, não á variação da temperatura de um chão de madeira para tijoleira, por mais que a sua mãe lhe diga o contrário e por melhor interesse que ela esteja a tentar preservar.  Céus, eu levei até á letra e caminhava no paredão descalço, mas a natureza do cimento e a sua baixa elasticidade não emula a terra crua, e não é o melhor para começar uma experiencia desta forma. 

Para treinos em espaços comuns, a utilização de sapatilhas de ginástica são uma excelente opção. Ou na sua substituição, qualquer sola rasa minimalista de borracha  como uns All Stars são uma boa opção.

Mas e qual o próximo passo? Literalmente? A aquisição daqueles que considero como uma das mais engraçadas ideias de calçado: Os Vibram Five Fingers. O seu custo exorbitante mantiveram-me á parte durante meses. Tive a opurtunidade de experimentar algusn pares fisicamente em lojas na Grande Lisboa, e a experiencia agradava-me muito. Para não saltar para uns quase 150€ de investimento a crú, sem saber que reacção teria no longo prazo, se me iria adpatar ou não, optei pela via fácil: encomendei umas cópias(depois de os ter recebido não sei se não serão IGUAIS aos originais) para testar. Custaram-me uns meros 45€ com portes incluídos. Chegaram ontem. E posso dizer, após ter calçado os originais: diferença zero. Bem construídos  embalados e enviados, sem riscos, danos, colas, malhas, partes soltas, presilhas totalmente funcionais, cores fieis ás imagens da Vibram, extremamente confortáveis no interior(cozido e não colado!!).

Deixo algumas fotos para comprovarem. farei um post de seguimento após ter executado alguns movimentos-chave do meu treino, assim como uns testes outdoor. 

tenho a certeza que um segundo par virá a caminho num futuro muito próximo!!

ImagemImagemImagemImagemImagem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s